SCOTOMA CINTILANTE + DISMORFIA | Jonathan Uliel Saldanha

09.04.2019 19:30

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

09.04.2019 19:30 SCOTOMA CINTILANTE + DISMORFIA | Jonathan Uliel Saldanha Link: https:///pt/node/?msite=17

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto
 
 
Imagem: Jonathan Uliel Saldanha/ Ricardo Megre
 
 
09 abril 
 
19:30h
SCOTOMA CINTILANTE
(Performance)
Auditório Ilídio Pinho 
 
20:30h
DISMORFIA
(Inauguração)
Sala de Exposições
 
Um projeto de Jonathan Uliel Saldanha
 
Edifício das Artes
Universidade Católica Portuguesa- Campus Foz
Rua Diogo Botelho, 1327 4169-005 Porto
 
 
Resultado de uma residência artística desenvolvida na Escola das Artes desde janeiro de 2019, Jonathan Uliel Saldanha apresentará, no dia 9 de abril, a performance “Scotoma Cintiliante”, no Auditório Ilídio Pinho, e a exposição “Dismorfia”, na Sala de Exposições da Escola das Artes. 
 
SCOTOMA CINTILANTE
A performance Scotoma Cintilante – que integra as celebrações dos 40 anos da Universidade Católica Portuguesa no Porto e, ainda, a programação da bienal BoCA (Biennial of Contemporary Arts) – parte de uma mundivisão onde a relação tátil com a matéria inanimada é a fonte primordial da construção do som. Este concerto-performance inscreve-se entre matéria e anima, pré-linguagem e superfície, operando a interceção de quatro eixos distintos: o aparelho vocal humano; a mediação de uma linguagem háptica (relativa ao tacto); a refração como mecanismo tático de mutação e “re-materialização” do tempo; e a camuflagem da palavra pela voz. Entre a dismorfia, a refração vocal e uma Via Sacra.
Assim, este concerto-performance inscreve-se entre matéria e anima, pré-linguagem e superfície, o devir de um objecto e uma Via Sacra. Operando a interceção do aparelho vocal humano com o tacto, numa refração da voz pela dismorfia.
 
A estreia da performance Scotoma Cintilante será feita no Auditório Ilídio Pinho em duas zonas contíguas, uma zona háptica onde a performance se desenrola e uma zona ressonante onde a performance é difundida.
 
> zona háptica: 50 lugares
> zona ressonante: 100 lugares
(Entrada: pelo Edifício das Artes)
 
A entrada é livre, mas sujeita à lotação da sala: 
RSFF: artes@porto.ucp.pt até 4 de abril.
 
 
 
 
 
DISMORFIA
Depois do concerto-performance, o artista inaugura na Sala de Exposições da Escola das Artes, a exposição “Dismorfia” – um trabalho que traduz os três meses da residência artística na Escola das Artes da Católica no Porto. 
Esta exposição documenta igualmente o trabalho que o artista veio a desenvolver com vários professores da Escola das Artes, nomeadamente Pedro Monteiro (Música),  Ricardo Megre (Animação), Carlos Lobo (Fotografia), André Perrota (Multimédia).
 
 
JONATHAN ULIEL SALDANHA
Jonathan Uliel Saldanha é um construtor sónico e cénico que trabalha na intereceção do som, do gesto, do palco e do filme. É fundador do coletivo SOOPA, co-fundador da editora SILORUMOR, uma das partes do duo FUJAKO e diretor dos HHY & The Macumbas. Em novembro estreou a peça SØMA na Culturgest Lisboa, e em 2017 as instalações de vídeo e som AFASIA TÁTICA, na Culturgest Porto, e ANOXIA, na Bienal Ano Zero em Coimbra. Co-criador das peças de palco BOCA MURALHA, SHARK, REI TRILOGY e encenador das peças JUNGLE MACHINE, KHORUS ANIMA, O POÇO e OXIDATION MACHINE apresentadas em espaços como o Museu de Serralves, o Accès(s) Festival, o Teatro Municipal Rivoli e o Palais de Tokyo, Paris.
 
 

Música Analítica 2019 > Porto International Symposium on the Analysis and Theory of Music

21.03.2019 09:00 — 23.03.2019 20:00

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

21.03.2019 09:00 23.03.2019 20:00 Música Analítica 2019 > Porto International Symposium on the Analysis and Theory of Music Link: https:///pt/node/?msite=17

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto

 

 
Música Analítica 2019:
Porto International Symposium on the Analysis and Theory of Music
 
Escola das Artes - Universidade Católica Portuguesa
Porto, Portugal: Março 21–23, 2019
 
WEBSITE: HERE
 
 
INFORMAÇÃO GERAL 
 
O Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR) da Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa, organiza o simpósio Música Analítica 2019: Simpósio Internacional em Análise e Teoria da Música, a ocorrer no Campus da Foz, Porto, de 21–23 de Março, 2019.
 
O simpósio promove a noção de música como análise e análise como música—uma glosa da expressão “música analítica”—argumentando que os nossos modos discursivos de análise não estão fora da música, nem são apenas um complemento enriquecedor que lhe adicionamos, mas antes são integrais à forma como experienciamos, concebemos, e exprimimos a música. Em suma, a análise (implícita ou explícita) está implicada no modo em que enquadramos, processamos, e construímos o tempo e som (incluindo aspectos como o gesto ou a experiência comunal) em/como música.
 
A temática do simpósio é abrangente e inclusiva, esperando receber propostas com uma variedade de perspectivas sobre análise e teoria musical (especulativa, prática, histórica), ou que possam estabelecer intersecções com disciplinas como história, composição, teoria crítica, etnomusicologia, performance, artes sonoras, matemática, ciências cognitivas e tecnologias. Além disso, são particularmente encorajadas abordagens pedagógicas que explorem as implicações metodológicas e sociais da análise musical.
 
Refletindo o âmbito do encontro, o simpósio contará com os seguintes oradores principais:
 
Richard Cohn (Yale University)
Judit Frigyesi (Bar-Ilan University)
Sílvio Ferraz (Universidade de São Paulo)
John Rink (University of Cambridge)
 
__________
 
Organização Organizing Committee
José Oliveira Martins (CITAR-EA/Universidade Católica Portuguesa)
Sofia Serra (CITAR-EA/Universidade Católica Portuguesa)
Daniel Moreira (CITAR, ESMAE/Instituto Politécnico do Porto)
Paulo Perfeito (CITAR, ESMAE/Instituto Politécnico do Porto)
Telmo Marques (CITAR, ESMAE/Instituto Politécnico do Porto)
 
 

 

Spring Seminar 2021 · Spectrology, Haunting and Ghosts

05.05.2021 12:15 — 07.05.2021 18:00

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

05.05.2021 12:15 07.05.2021 18:00 Spring Seminar 2021 · Spectrology, Haunting and Ghosts Link: https:///pt/node/?msite=17

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto

 

 

Spring Seminar 2021 · Spectrology, Haunting and Ghosts
5-7 MAY 2021
School of Arts at Universidade Católica Portuguesa
Porto, Portugal
Programa completo e mais informações aqui.

Organizing Committee
Daniel Ribas
Nuno Crespo
 
Keynote Speakers and Artist Talks
Esther Peeren
João Pedro Rodrigues
José Bértolo
Loretta Fahrenholz
Margarida Medeiros
Noé Sendas
Ulrich Baer
 
Some artworks, from cinema to visual arts and photography, have absorbed phenomena like ghosts, zombies, illness, death, spectra, apparitions, and other kind of “in-between” states of being. This kind of liminality is a way of bringing forward in our historical present its profound ambiguity. 
 
Images are ontologically problematic in their approach to reality. They are always a representation of a time and a space, and their manipulation puts into question their indexicality.
 
This liminality of ghosts, spectra and apparitions is also a way of analyzing the complexity of our historical present, in both its linearity and a cross-over of past, present and future. Therefore, these “in-between” states discuss issues of the traumatic past, as are empowerments to change the future. That is, the traumatic past haunts the historical present demanding new ways of knowing the world and history that will transform power structures.
 
This seminar aims to map and discuss contemporary manifestations in art & cinema of these phenomena.
 
We welcome papers on the following topics:
  • Critical theory on spectrology, haunting and ghosts
  • Cinema and visual arts that incorporate or relate to ghosts, zombies or dead people
  • Spaces of liminality in cinema and contemporary art
  • Artworks that use spectrology, haunting and ghosts as means to speak trauma
  • Alternative uses of narrative dealing with these “in-between” states
  • How certain images haunt the historical present
  • Uncovering archives
 

 

+ info: springseminar.arts@porto.ucp.pt

If you want to receive additional information on other programs and opportunities, please subscribe our newsletter here

 

Disclaimer: Due to COVID-19 pandemic, this event could take a hybrid format.
Decisions will be communicated by the event's Organizing Committee in due course, according to the evolution of the global pandemic situation.

 

 

 

Seminários de Investigação sobre Património Têxtil · Estudo, Conservação e Valorização

11.12.2020 17:00 — 27.01.2021 17:00

Ao clicar aqui, o conteúdo irá ser traduzido pelo Microsoft Translator.
By clicking here, the content will be translated by Microsoft Translator.

11.12.2020 17:00 27.01.2021 17:00 Seminários de Investigação sobre Património Têxtil · Estudo, Conservação e Valorização Link: https:///pt/node/?msite=17

Como Chegar / How to Arrive
Universidade Católica Portuguesa - Porto

 

Seminários de Investigação sobre Património Têxtil
Estudo, Conservação e Valorização

11 DEZ 2020 - 27 JAN 2021
17h-19h (Portugal)
Língua:  português/espanhol

Inscrição para webinares: mnsilva@porto.ucp.pt
Workshop 14/12/2020: limite máximo de pessoas 20 (exclusivo para alunos do 2º e 3º ciclos da EA/UCP)
Horário do Workshop: 10h -13h · 14h-18h
 

Data

Investigador

Atividade

11/12/2020

Ana Galan

Webinar
Conservación de coleciones en transito: el caso de Auschwitz-Birkenau

14/12/2020
10h - 13h · 14h - 18h

Inês Cayres

Workshop
Conservação de Têxteis

20/01/2021

Ana Schoebel

Webinar
Limpieza de tapices

26/01/2021

Laura Pol

Webinar
Almacenamiento y exhibición de textiles

 27/ 01/2021

Eva Gonzalez

Webinar
Conservación y Restauración de Tejidos históricos: alteraciones y tratamientos"

 

Ana Galan Perez
Conservadora-restauradora. Membro da Direção Comité de ECCO  (Associação Espanhola de Conservadores Restauradores ACRE). Doutora em Belas artes- Departamento de Escultura e História das Artes Plásticas pela Universidade de Sevilha. Perita em Gestão documental de museus. Desenvolve pós doutoramento no CITAR em Conservação Sustentável para coleções culturais em Trânsito, com enfâse em património trágico (Museus memoriais e coleções de campos de concentração).

Inês Cayres
Licenciatura e Mestrado em Conservação e Restauro pelo Instituto Politécnico de Tomar. Curso de verão em Restauro de Objetos Metálicos Arqueológicos no Palazzo Spinelli em Florença- Itália. Estágio no Museu Nacional do Traje e no Instituto José de Figueiredo. Trabalhos efetuados para diversas instituições, nomeadamente, Museu Nacional do Traje, Instituto José de Figueiredo, Museu Nacional de Marinha, Universidade Católica do Porto, Fundação Ricardo Espírito Santo e Silva, Museu Municipal de Olhão, Santuário de Fátima, Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo e para particulares.

Ana Schoebel
Formada pela Escola Superior de Restauro de bens Culturais de Madrid. Especializou-se em tecidos na Fundação Abegg (Suiça) e no Musée des Tissus de Lyon. Em  1989 integrou o Museo del Pueblo Español onde formou uma equipa de restauro da coleção de indumentária. Em 2000 integrou a equipa de tecidos do Instituto de Património Cultural de Espanha (IPCE). Em 2003 foi nomeada perita técnica de tecidos pelo Instituto Nacional de Qualificações para assessorar a definição de competências e módulos formativos em tecelagem, conservação de tapeçaria e tapetes da Real Fábrica de Tapetes e conservação preventiva de coleções têxteis. Dirigiu entre 2017 a 2011 o departamento de conservação de tapeçaria e tapetes da Real Fábrica de Tapetes, tendo introduzido novos métodos de documentação e de restauro. Desde 2014 que compatibiliza o seu trabalho no departamento de tecidos do IPCE  com a gestão de programas europeus de património, tendo-se transferido para o Conselho da Europa em 2017 -2018 para dirigir a Estratégia Europeia para o património Cultural. Na atualidade encontra-se aposentada embora ainda colabore com o Conselho da Europa.

Laura Pol Mendez
Trabalha como especialista de têxteis antigos desde 2006. Licenciada em Conservação e Restauro de Bens Culturais  e especializada em têxteis pelo Instituto Andaluz de Património Histórico (Sevilha). Iniciou a sua carreira realizando intervenções para o Museu de Artes e Costumes Populares de Sevilha e para a Consejería de Cultura com o projeto «Andalucía Barroca». Atualmente gere a empresa Restaura Textil e integra o grupo de conservação de têxteis da Catedral de Sevilha,no qual trabalha desde 2010.

Eva Gonzalez
Eva González é licenciada em Conservação e Restauro de Bens Culturais com dupla especialização em tecidos e escultura. Complementou a sua formação com um master de Conservação e Restauro de Tapeçaria e Tapetes de nós da Europa. Atualmente trabalha no departamento de Tecidos do Centro de Conservação e Restauro da Junta de Castilla-Leon. A sua experiência engloba instituições como o Instituto do Património Cultural Espanhol, a Real Fábrica de Tapetes, o Museu do Prado, a Casa de Lope de Vega, o Museu Cerralbo, Museu da América e Museu Nacional de Escultura. Realizou diversas intervenções sobre obra têxtil para museus. Tem sido formadora em diversos cursos e oradora em conferências e seminários.

 


 

 

Pages